Header Ads

Por que Lula continua subindo nas pesquisas?

Imagem divulgativa

A despeito de todo um noticiário negativo que vai da condenação em primeira instância no âmbito da operação Lava Jato às novas denúncias e depoimentos comprometedores de antigos aliados políticos, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva continua dando provas de sua resiliência nas pesquisas. O caso mais recente foi observado em levantamento feito pelo instituto Ipsos entre os dias 1º e 14 de setembro, que marcou uma alta de 8 pontos-percentuais na aprovação do petista, para 40%, em relação à última sondagem.

Na mesma base comparativa, a desaprovação de Lula caiu de 66% para 59% -- patamar ainda considerado elevado para um candidato de fato competitivo para as próximas eleições presidenciais. Desta forma, não é incomum ouvir de políticos e analistas a frase "Lula está politicamente morto". Tais avaliações poderão se mostrar corretas no futuro, mas uma leitura mais cautelosa é recomendável neste momento. Com uma taxa de reprovação desta magnitude, será difícil o petista sair vitorioso do pleito em 2018, caso não seja impedido de disputar ou desista da candidatura. Contudo, se tal indicador mantiver a trajetória de queda recente, Lula pode ampliar suas chances de derrotar seus adversários.

Mas, além da possível resistência do eleitorado favorável a Lula a fatos negativos, o que poderia explicar a melhora nos indicadores do petista?

Descubra clicando aqui!