Header Ads

Marina Ruy Barbosa pede desculpas pelo papel higiênico preto


A atriz Marina Ruy Barbosa pediu desculpas após a polêmica envolvendo a campanha do papel higiênico preto da Personal. A marca foi acusada de racismo e apropriação cultural ao usar o slogan #BlackIsBeautiful (preto é bonito, em tradução livre).

A expressão foi criada na década de 1960 por artistas e intelectuais de um movimento negro, nos Estados Unidos. Nesta segunda-feira, a atriz havia feito um post sobre o lançamento, mas não utilizou a hashtag polêmica e nem habilitou comentários. Na manhã desta terça, o post havia desaparecido do perfil de Marina, retornando mais tarde. No mesmo dia, a atriz atualizou a publicação com o pedido de desculpas.

"Quando me convidaram e apresentaram a mensagem criativa da campanha para o produto Personal Vip Black, produto já existente no exterior e trazida pela Santher para o Brasil, fiquei animada em fazer uma campanha diferente e que seria uma novidade no nosso país. Lamento profundamente que algumas pessoas tenham interpretado o trabalho publicitário da Santher de forma diferente do que foi idealizado.

Tenho certeza de que essa nunca tenha sido a intenção da marca e das pessoas que criaram esta ação, a de seguir por este caminho polêmico ou desrespeitar qualquer tipo de pessoa. 

Veja mais clicando aqui